topo3 sem foto jose ricardo adam advogado.png

Como Recorrer à Multa de Trânsito


Todo motorista está propenso a levar multas de trânsito, independente do motivo, seja por alguma infração que o motorista realmente cometeu ou por uma distração que acabou levando a multa. Mas o que muitos não sabem é que é possível sim recorrer à multa de trânsito, principalmente se o motorista achar que houve uma falha na hora da autuação.

Uma das primeiras coisas que o motorista precisa saber para recorrer à multa de trânsito é se, no ato da infração, ele foi multado ou autuado. Existe uma diferença entre esses dois. No caso de autuação, o motorista ainda tem direito de recorrer.


Assim que é autuado, o motorista tem uma prazo de 60 dias para fazer sua defesa - procurar um advogado -. Quanto mais rápido esse processo for iniciado, melhor. Mas se, por algum motivo, o motorista perder esse prazo ainda é possível recorrer mesmo com a multa já vencida.


Mas o melhor é fazer tudo com antecedência, isso porque uma defesa com antecedência pode evitar que a autuação vire uma multa, que acarreta outros problemas além do valor a ser pago.

O passo seguinte é preencher o formulário de recurso de multa, ele pode ser feito o site do recurso da multa de sua escolha ou indo direto no Detran.


O passo seguinte é iniciar o recurso, mas é importante fazê-lo dentro dos padrões técnicos e com argumentos com base nos código de trânsito, caso contrário, o motorista não terá sucesso em recorrer à multa de trânsito. Por isso é importante recorrer a ajuda de um advogado, ele estará mais apto e terá mais conhecimento sobre o código de trânsito.


Por último, o recurso é enviado para a Junta de Recursos de Infrações. Para saber se sua defesa será aceita o motorista precisa esperar pelo prazo estipulado, que é de 30 dias.